Monthly Archives: June 2012

O Sabichão [no Carrossel com Carla Maia de Almeida]

 

É difícil esquecermos o nome de quem descobriu a penicilina quando a resposta foi dada por O Sabichão, algures entre os sete e os oito anos. “Sir Fleming”, esclarece, com a firme convicção dos viciados no jogo. Mesmo que, durante muito tempo, tenhamos vivido na crença de que “Sir” era um nome próprio, tal como João ou Miguel, nunca mais se erradicou do cérebro esse Continue reading

Advertisements

Leave a comment

Filed under Jogos

“Cão Rafeiro”, de Stephen Michael King [no Carrossel com Carla Maia de Almeida]

 

Este é o meu livro preferido da Coleção Borboletras (Caminho), cujo único defeito é não ter um único livro mau, nem sequer menos bom ou, vá lá, mais ou menos. Uma pessoa quer criticar e não consegue, é frustrante. Imaginem o Vasco Pulido Valente a escrever 20 crónicas bem-dispostas, de seguida, e ficam com uma ideia da improbabilidade deste Continue reading

Leave a comment

Filed under Ilustração, Literatura

“Onde moram as casas”, de Carla Maia de Almeida e Alexandre Esgaio

 

“Mal entramos, apetece-nos estar. Ou mesmo ficar para sempre”. É o que se sente relativamente à mais recente obra de Carla Maia de Almeida, com ilustrações de Alexandre Esgaio, publicada pela Caminho – “Onde moram as casas” é o título, assim, sem ponto, sem interrogação, sem exclamação, sem dois pontos ou reticências, mas com todos esses e outros sinais de pontuação como possibilidade. “Imaginado e escrito” durante o ano de 2010, em Can Serrat (Barcelona), graças à Continue reading

Leave a comment

Filed under Ilustração, Literatura

“O moinho e a cruz”, de Lech Majewski

 

“Die kreuztragung Christi” (comumente conhecido em Portugal como “Subida ao Calvário”), de 1564, é a tela de maiores dimensões do pintor flamengo Pieter Bruegel, O Velho, aquela em que faz figurar 500 personagens, centradas num eixo que propositadamente mantém velado – a cruz. O cineasta polaco Lech Majewski dá vida a este “quadro que conta muitas histórias”, numa magistral peça metacinematográfica. Um retrato sociológico e histórico que o cineasta, à maneira de Bruegel, faz coadunar com uma Continue reading

Leave a comment

Filed under Artes plásticas, Cinema

Hervé Tullet [ilustrador convidado, última semana]

 

Ilustrador, pintor e autor de incontáveis talentos, Hervé Tullet, nascido em França em 1958, faz dos sentidos matéria prima do seu trabalho e do livro um objeto mágico. Começou por ilustrar para a imprensa, mas desde 1994 que se dedica sobretudo ao desenho criativo para crianças. Hervé Tullet – que foi o Ilustrador Convidado do Cria Cria em maio e junho – assinou nestas duas décadas um número estonteante de livros e jogos, sendo considerado um dos mais originais e prolíferos ilustradores do mundo inteiro. “Um livro”, pérola que chegou até nós em 2010, foi um estrondoso sucesso editorial e continua a encantar todos aqueles que têm a oportunidade de o descobrir. Os jogos “Artist’ik” e “Creat’ik” também já estão disponíveis em Portugal, igualmente por cortesia da Edicare. Hervé Tullet é um mestre de cores básicas e vibrantes, que explora os horizontes da imaginação e propõe um diálogo direto – tantas vezes físico – entre o livro e o público infantil, contornando as tendências simplistas da interatividade nos moldes da sociedade contemporânea. Os seus livros são uma constante redescoberta do prazer da leitura como pura experiência sensorial, para pequenos e grandes.

Agora que termina esta viagem com Hervé Tullet, queremos expressar-lhe o nosso mais sincero agradecimento pela disponibilidade e simpatia demonstradas ao longo dos dois meses em que tivemos o privilégio de o receber como nosso Ilustrador Convidado. Pela incansável partilha de ideias, histórias e de um universo repleto de cores e sensações, merci beaucoup, Hervé Tullet. Et à bientôt…

 

Maintenant que ce voyage avec Hervé Tullet se termine, nous voulons lui exprimer notre plus sincère reconnaissance pour la disponibilité et la sympathie qu’il nous a démontrées tout au long de ces deux mois où nous avons eu le privilège de le recevoir comme notre Illustrateur Invité. Pour l’infatigable partage d’idées, d’histoires et d’un univers plein de couleurs et de sensations, merci beaucoup, Hervé Tullet. Et à bientôt…

 

Cria Cria: Com o excesso de oferta no campo da ilustração que aconteceu um pouco por todo o mundo nesta última década, acha que o mercado ainda consegue ser justo para quem faz os trabalhos de maior valor artístico? O crescimento exponencial da oferta tem sido devidamente acompanhado pelo crescimento da procura? Tem alguns períodos de tempo sem trabalhos novos em mãos? Ou, por outro lado, recusa muitas propostas de trabalho?

Hervé Tullet: Penso, e espero, que haja sempre lugar para ideias novas… Com mercado exponencial ou não. Nunca recuso um trabalho se sinto que ele me pode levar a algum sítio onde eu ainda não tenha ido, se esse trabalho me dá a Continue reading

1 Comment

Filed under Ilustração

“O tigre na rua e outros poemas”, antologia de poesia ilustrada por Serge Bloch

 

“O poema está lá, mas para o ver é preciso um microscópio”. Poema micróbio, poema absurdo, poema para um sorriso, riso e gargalhada. Poder-se-ia “Pedir com bons modos” – como, aliás, se sugere nesta nova e exemplar peça da Bruaá – tudo isso. Mas esse “tudo isso” já lá está… Sob o signo de Daniil Harms (cuja escrita de pendor vagamente infantojuvenil já havia sido reunida de modo paradigmático, e também pela Bruaá, em “Esqueci-me como se chama”, do ano passado) e da sua sugestiva aparição de um tigre na rua, é agora apresentada uma insigne coletânea de poesia humorística, de (pro)vocação tendencialmente nonsense e vanguardista, que faz viajar todo aquele que a lê pelas Continue reading

Leave a comment

Filed under Ilustração, Literatura

“O tigre na rua”, o livro novo da Bruaá [no Carrossel com Isabel Minhós Martins]

Já dediquei um post no blog da Planeta Tangerina a este livro — uma espécie de homenagem de editor para editor, onde falo do trabalho que implicou esta nova edição da Bruaá: uma coisa é comprar direitos de um livro e editá-lo (bem ou mal) em português; outra Continue reading

Leave a comment

Filed under Ilustração, Literatura

Palavra Cantada [no Carrossel com Isabel Minhós Martins]

 

É discutível se as crianças devem ouvir “música para crianças” ou apenas música — boa, de preferência. Lá em casa (e no carro) ouve-se tudo o que os pais gostam e, quando a viagem é longa, abrem-se algumas exceções para músicas que os filhos gostam e os pais nem por isso (há letras e refrões “infantis”que pedem um Ben-U-Ron). O ideal mesmo é quando um Continue reading

Leave a comment

Filed under Música

Madonna, disco e concerto em Coimbra

 

Madonna volta a delinear os trilhos para a pista de dança com uma sonoridade mais devedora da pop eletrónica que domina o mainstream musical deste início de século: “MDNA” – título que tanto parece convocar a antroponímia da autora como garantir que o que aqui se apresenta é, em suma, o seu DNA estético – remete, ainda que sem igual brilhantismo, para eras de “Confessions on a dance floor” (2005). Quinquagenária, ao 12.º álbum de estúdio continua a apontar para a Continue reading

Leave a comment

Filed under Música

Parque de Campismo da Cerdeira [no Carrossel com Isabel Minhós Martins]

 

Há dias em que nos apetece mesmo dormir debaixo de uma grande árvore… Em Portugal, não há muitos parques onde se consiga sentir que estamos ao ar livre, que ali também vivem árvores, alguns animais, que há a lua e estrelas e por aí fora. É estranho, mas é verdade. Também não temos propriamente montanhas e, por isso, não abundam os chamados “parques de montanha”, mais virados para a natureza, multiplicando-se os conhecidos “parques de praia” onde as pessoas regressam ao fim da tarde para assar umas Continue reading

Leave a comment

Filed under (...)

“A gruta dos sonhos perdidos”, de Werner Herzog

 

No cenário idílico e prístino de Pont d’Arc, no sul de França, três exploradores depararam-se, em 1994, com pinturas rupestres de devastadora beleza e inefável relevância histórica. Uma caverna, imaculada pelo gelo cristalino, mantinha intactas as mais antigas memórias figurativas jamais encontradas: as pinturas da Gruta Chauvet seriam datadas com 32 mil anos, o dobro dos registos cronologicamente mais distantes até então conhecidos. Mamutes, bisontes, cavalos, leões ou ursos ressoam na câmara de Werner Herzog como sombras de um Continue reading

Leave a comment

Filed under Cinema

“Monstros – A universidade”, de Dan Scanlon, o trailer

 

Onze anos depois, os “Monstros e companhia” estão de volta. Mas, desta vez, a Pixar decidiu mostrar-nos um outro lado destes terrivelmente divertidos profissionais do susto: precisamente a preparação académica para o seu mister. No verão de 2013, Sulley e Mike (ainda vividos pelas vozes de John Goodman e Billy Crystal) regressam aos seus dias na “Monsters University” para queimarem muitas Continue reading

Leave a comment

Filed under Cinema

Hervé Tullet [ilustrador convidado, semana 8]

 

Ilustrador, pintor e autor de incontáveis talentos, Hervé Tullet, nascido em França em 1958, faz dos sentidos matéria prima do seu trabalho e do livro um objeto mágico. Começou por ilustrar para a imprensa, mas desde 1994 que se dedica sobretudo ao desenho criativo para crianças. Hervé Tullet – que é o Ilustrador Convidado do Cria Cria em maio e junho – assinou nestas duas décadas um número estonteante de livros e jogos, sendo considerado um dos mais originais e prolíferos ilustradores do mundo inteiro. “Um livro”, pérola que chegou até nós em 2010, foi um estrondoso sucesso editorial e continua a encantar todos aqueles que têm a oportunidade de o descobrir. Os jogos “Artist’ik” e “Creat’ik” também já estão disponíveis em Portugal, igualmente por cortesia da Edicare. Hervé Tullet é um mestre de cores básicas e vibrantes, que explora os horizontes da imaginação e propõe um diálogo direto – tantas vezes físico – entre o livro e o público infantil, contornando as tendências simplistas da interatividade nos moldes da sociedade contemporânea. Os seus livros são uma constante redescoberta do prazer da leitura como pura experiência sensorial, para pequenos e grandes.

 

Cria Cria: Imagina-se a fazer o que faz agora para sempre? Se não, o que se imagina a fazer daqui a 20 ou 30 anos? Que objetivos ainda pretende atingir na sua carreira? Se pudesse formular um desejo profissional, qual seria?

Hervé Tullet: O meu campo é e provavelmente continuará a ser o livro. Espero sempre chegar o mais longe possível nas minhas pesquisas e nos meus resultados… Sim, nesse sentido, espero fazer o mesmo trabalho por muito tempo, para ver até onde posso ir com Continue reading

Leave a comment

Filed under Ilustração

“Senhor Malcriado” e “Senhora Desastrada”, de Roger Hargreaves

 

Chegando com o verão precoce, a Editorial Presença traz até nós mais um par dos pequenos e magnéticos livros da coleção “Senhoras e senhores”, de Roger Hargreaves. Por agora, são duas caricatas personagens, muito diferentes uma da outra, que chegam lado a lado. Vermelho de zanga até à ponta do nariz, o Senhor Malcriado está sempre chateado. Não tem bons modos nem papas na língua. É constantemente mal educado, inclusivamente com a Continue reading

1 Comment

Filed under Ilustração, Literatura

Carrossel Jubilo [no Carrossel com Rita Cavaco]

 

As férias estão à porta! Sinal de viagem, para uns, sinal de retorno, para outros. À espera de novos veraneantes, mas também com saudades dos de anos anteriores (agora um pouco mais crescidos e dispostos a arriscar), está o Carrossel Jubilo. Ora por terras do sul, ora pela capital, este requintado saltimbanco garante uma Continue reading

Leave a comment

Filed under Jogos

Brinquedos em cartão [no Carrossel com Rita Cavaco]

 

Brinquedos “faz de conta”, como casinhas (grandes e pequenas), fogões e foguetões, cavalinhos de montar e até mesas de atividades já não são o que eram. Compostos por cartão reciclado, biodegradável, mas com margem para serem personalizados, estes amigos do ambiente têm uma estrutura muito sólida, nalguns casos suportam pesos até aos 40 Kg e têm a grande vantagem de Continue reading

Leave a comment

Filed under Brinquedos, Design, Jogos

Histórias sem letras [no Carrossel com Rita Cavaco]

 

A produção da imagem como contadora de histórias tem chegado até nós através da pintura, da fotografia e, mais tarde, do cinema (ainda que, aqui, dinamizada pelo movimento e pela música). Nos livros, por contraste, as imagens são, geralmente, esperadas como complemento do texto e não tanto como a única linguagem disponível. Para várias idades, uns mais dramáticos que outros, os livros de histórias sem letras, pelas releituras que exigem e por possíveis interrogações que vão suscitando, são um Continue reading

Leave a comment

Filed under Ilustração, Literatura

António Palolo e Jef Geys na Culturgest, Lisboa

 

A mostra que propõe “Os filmes” de António Palolo reúne algumas das peças do espólio videográfico do pintor e artista plástico eborense, produzidas entre o final dos anos 60 e 1978. Os primeiros filmes são composições animadas a preto e branco, conjugando elementos iconográficos reclamados a períodos que se estendem da Continue reading

Leave a comment

Filed under Artes plásticas, Cinema, Fotografia

“Urban Sketchers em Lisboa – Desenhando a cidade”, de Urban Sketchers

 

Em 2008, o jornalista e ilustrador espanhol Gabriel Campanario fundou o Urban Sketchers, um site associado a uma organização sem fins lucrativos que se dedica à dinamização do desenho de esboço rápido. Em 2011, na sequência do 2.º Simpósio Internacional dos Urban Sketchers, que teve lugar em Lisboa, o Adamastor, o Largo de Camões, o Chiado, o Elevador de Santa Justa, o Miradouro de São Pedro de Alcântara, entre outros locais emblemáticos da capital, serviram de pano de fundo às explorações visuais de amantes da Continue reading

Leave a comment

Filed under Ilustração, Literatura

Hervé Tullet [ilustrador convidado, semana 7]

 

Ilustrador, pintor e autor de incontáveis talentos, Hervé Tullet, nascido em França em 1958, faz dos sentidos matéria prima do seu trabalho e do livro um objeto mágico. Começou por ilustrar para a imprensa, mas desde 1994 que se dedica sobretudo ao desenho criativo para crianças. Hervé Tullet – que é o Ilustrador Convidado do Cria Cria em maio e junho – assinou nestas duas décadas um número estonteante de livros e jogos, sendo considerado um dos mais originais e prolíferos ilustradores do mundo inteiro. “Um livro”, pérola que chegou até nós em 2010, foi um estrondoso sucesso editorial e continua a encantar todos aqueles que têm a oportunidade de o descobrir. Os jogos “Artist’ik” e “Creat’ik” também já estão disponíveis em Portugal, igualmente por cortesia da Edicare. Hervé Tullet é um mestre de cores básicas e vibrantes, que explora os horizontes da imaginação e propõe um diálogo direto – tantas vezes físico – entre o livro e o público infantil, contornando as tendências simplistas da interatividade nos moldes da sociedade contemporânea. Os seus livros são uma constante redescoberta do prazer da leitura como pura experiência sensorial, para pequenos e grandes.

 

Cria Cria: Considera ser mais difícil desenhar para crianças ou para adultos? Ou desenha sobretudo para si próprio? Que conselho daria a uma criança que se lhe dirigisse exprimindo o desejo de se tornar ilustradora?

Hervé Tullet: Acho que desenho, antes de tudo, para mim, mas parece que as crianças são mais sensíveis, mais recetivas, mais próximas do meu trabalho, muito mais rapidamente do que os adultos. Provavelmente porque o meu desenho é Continue reading

Leave a comment

Filed under Ilustração