“Três tristes tontos”, de Tony Ross

 

Tony Ross, um dos autores britânicos mais prolíferos do segmento literário infantojuvenil (com mais de 50 livros publicados, entre eles a célebre coleção “A princesinha”, distribuída em Portugal pela Editorial Presença), apresenta neste seu recente álbum, “Três tristes tontos”, uma narrativa que doseia com apurada sensibilidade, sempre pontuada com humor, os temas do amor, da aparência, da sabedoria, do preconceito e da inteligência. Joana e João são um jovem casal de namorados, mas há entre eles um claro desfasamento: Joana é tonta e simples, ao passo que João é um pouco mais perspicaz e educado. Assustado com o que o futuro lhe possa reservar (quiçá um eterno destino de gelatina de peixe ou bolo de moscas mortas), João lança-se ao desafio de ir por esse mundo fora na tentativa de encontrar alguém mais absurdo e bizarro do que esta peculiar família. À medida que traça o percurso do protagonista desta história, Tony Ross aborda questões fundamentais sobre a razoabilidade das ações humanas e a importância da sensatez. Afinal, ser sensato talvez compreenda também ser tonto de vez em quando… tal como tantas vezes nos pede esta estação quente a que agora chegamos.

 

livro “Três tristes tontos”, de Tony Ross
Livros Horizonte, 2012
[a partir dos 5 anos]

Advertisements

Leave a comment

Filed under Ilustração, Literatura

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s