“Gatinho e a bola”, de Joel Franz Rosell e Constanze v. Kitzing

 

Objeto de fascínio eterno. Redonda, de todas as cores, padrões e texturas possíveis, rola, salta, por vezes, voa e até chapinha (sobretudo se gostarmos de a levar a percorrer os areais quentes da praia e as suas ondas de azul imenso). A bola – e os inúmeros jogos e brincadeiras que se inventaram a partir dela, com ela – é uma esfera mágica, de um encanto interminável para todos os que nela toquem. Neste álbum que a Kalandraka recentemente nos trouxe, esse encantamento começa quando um pequeno Gatinho encontra uma bola perdida na rua. Através dela, cria novos laços de amizade com os vizinhos (e entre eles contam-se uma Pata, um Esquilo, um Coelho e um Ouriço) e aprende valores importantes sobre a partilha, o respeito pelos adultos e que é bem mais fácil superar a timidez (com que quase todas as crianças se deparam) quando, simplesmente, nos arriscamos a enfrentá-la. Este “Gatinho e a bola” é uma fábula sintética, de leitura clara para o público infantil, em que o estilo de escrita simples do cubano Joel Franz Rosell se coaduna graciosamente com as ilustrações de tonalidades vivas e de traços finos da alemã Constanze v. Kitzing.

 

“Gatinho e a bola”, de Joel Franz Rosell [texto] e Constanze v. Kitzing [ilustrações]
Kalandraka, 2012
[a partir dos 5 anos]

Advertisements

Leave a comment

Filed under Ilustração, Literatura

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s