“Quando Teodoro encolheu”, de Florence Parry Heide e Edward Gorey

 

Foi o primeiro volume de uma trilogia de histórias inquietantes (textual e visualmente) sobre um pequeno rapaz de bizarro nome: Treehorn. Nesta fundamental edição finalmente chegada ao nosso circuito livreiro pela mão da Livros Horizonte e pela exemplar tradução de Carla Maia de Almeida, a estranheza do nome mantém-se, com um apropriado Teodoro a viver a perturbadora aventura criada por Florence Parry Heide e pelo grande mestre do imaginário sombrio, Edward Gorey. Delirante e desconcertante a cada página, “The shrinking of Treehorn” foi lançado originalmente em 1971, e assume hoje o estatuto de livro de culto (garantido, reforce-se, muito para além do âmbito infantil…). Alia-se uma narrativa invulgar sobre um “súbito e inexplicável encolhimento” ao universo imagético de Gorey, pautado pelos seus caraterísticos traços monocromáticos, simples, finos, que consolidam a abordagem lúgubre e enigmática lançada pelo texto. O nonsense e o insólito tornam-se lugares cada vez mais familiares, situados algures entre o desassossego e a resignação, e jogados quer no contexto narrativo, quer no da própria leitura. Com efeito, este livro é um jogo de espelhos, em que também nós, modestos leitores, nos vemos imersos e agradavelmente resignados, de um momento para o outro.

 

livro “Quando Teodoro encolheu”, de Florence Parry Heide [texto] e Edward Gorey [ilustrações]
Livros Horizonte, 2012
[a partir dos 4 anos]

Advertisements

Leave a comment

Filed under Ilustração, Literatura

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s