“Bestas do sul selvagem”, de Benh Zeitlin

benh zeitlin beasts of the southern wild

 

A história da maravilhosa Hushpuppy, percorrendo o labirinto geográfico e afetivo da pobreza no sul dos Estados Unidos, consegue transformar a tradicional (e, hoje em dia, muito rara) película de 16 mm em passaporte para um universo tecido do realismo mais cru, coexistindo com um sentido redentor e, afinal, feliz do fantástico. No papel de Hushpuppy, Quvenzhané Wallis, atualmente com nove anos, emerge como o símbolo nuclear de “Bestas do sul selvagem”: há nela esse poder espontâneo e encantatório que os americanos definem pela palavra natural, de tal modo que a Academia de Hollywood, nomeando-a para o Óscar de melhor atriz, lhe deu a hipótese de se transformar na mais jovem vencedora de sempre.

 

14 fevereiro [estreia nacional]
filme “Bestas do sul selvagem” [“Beasts of the southern wild”], de Benh Zeitlin, com Quvenzhané Wallis, Dwight Henry,…
Alambique, 2012 / 2013
[a partir dos 10 anos]

 

João Lopes

 

ler texto integral no Doodles

 

Advertisements

Leave a comment

Filed under Cinema

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s