“O feiticeiro de Oz”, de Victor Fleming

victor fleming o feiticeiro de oz

 

Do lançamento do livro de L. Frank Baum, “The wonderful wizard of Oz”, até à estreia da adaptação cinematográfica de Victor Fleming, “O feiticeiro de Oz”, decorreram 39 anos. Entre uma data e outra (1900 e 1939), escreveram-se, afinal, os dois primeiros e decisivos capítulos da história de Hollywood: primeiro, o da consolidação da indústria, com o nascimento dos grandes estúdios; depois, a partir do final da década de 20, a consagração do cinema sonoro.

Não admira, por isso, que a memória mitológica de “O feiticeiro de Oz” seja indissociável do protagonismo de Judy Garland. Por um lado, ela era, juntamente com Shirley Temple (que também chegou a ser considerada para o papel), uma das grandes estrelas infantis de Hollywood (embora, na altura da rodagem, Garland tivesse já 16 anos); por outro lado, a sua composição da personagem de Dorothy entrou para a história como expressão exemplar da fusão entre a fábula e as matérias musicais. A canção “Over the rainbow” tornou-se mesmo um standard da música popular, com recriações de gente tão diversa como Patti LaBelle, Leon Russell e Kylie Minogue.

 

dvd “O feiticeiro de Oz” [“The wizard of Oz”], de Victor Fleming, com Judy Garland, Frank Morgan,…
Warner / Zon, 1939 / 2013

 

João Lopes

 

ler texto integral no Sound + Vision

 

Advertisements

Leave a comment

Filed under Cinema, Literatura, Ram Ram

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s