Monthly Archives: February 2014

“Presos”, “Este alce é meu” e “Como apanhar uma estrela”, de Oliver Jeffers

capa oliver jeffers como apanhar uma estrela

 

Já aqui destacámos, com entusiasmo incontido, a obra de Oliver Jeffers (Austrália, 1977). Criado e educado em Belfast, este artista, pintor, escritor e ilustrador vive atualmente em Nova Iorque. Os livros que “faz” (como prefere dizer), a um ritmo estonteante para um período de tempo relativamente curto, têm recebido elogios da crítica especializada e atingido sucesso de venda em Portugal, sobretudo graças ao trabalho cuidado e apaixonado da editora Orfeu Negro. Já aqui demos notícia da publicação, não cronologicamente exata, de diversos volumes, e valeria a pena, num Continue reading

Advertisements

Leave a comment

Filed under Artes plásticas, Ilustração, Literatura

“The Monuments Men – Os caçadores de tesouros”, de George Clooney

george clooney the monuments men

 

Infelizmente, a “fama” mediática é uma qualidade (?) que tende a diminuir as qualidades de alguns dos que exalta. George Clooney, por exemplo: a sua obra como realizador continua a ser mal conhecida ou simplesmente arrumada como descartável. Depois de “Nos idos de março” (2011), aí o temos a dirigir este “The Monuments Men”, apostado em resgatar um Continue reading

Leave a comment

Filed under Cinema

“Her – Uma história de amor”, de Spike Jonze

spike jonze her

 

“O amor é dar o que não se tem a alguém que não o quer” — esta formulação de Jacques Lacan poderia servir de subtítulo ao filme de Spike Jonze. Porque, de facto, por uma vez, o subtítulo português não é abusivo, apontando para o cerne da questão. A saber: a desproporção material e Continue reading

Leave a comment

Filed under Cinema

“Um segredo do passado”, de Jason Reitman

jason reitman labor day

 

O triângulo do romance de Joyce Maynard (“Labor Day”) em que Jason Reitman se baseou nasce de uma dinâmica dramática com algo de surreal, envolvendo um homem fugido da justiça (Josh Brolin) que se insinua na casa de uma mulher divorciada (Kate Winslet) que, por sua vez, vive com o filho de 13 anos (Gattlin Griffith). No sentido mais genuíno do termo, é um triângulo amoroso, mas não apenas porque as relações entre os Continue reading

Leave a comment

Filed under Cinema

Passatempo “O meu avô”, de Catarina Sobral

catarina sobral o meu avo 2

 

O Cria Cria tem para oferecer, com a amável colaboração da editora Orfeu Negro, três exemplares do livro “O meu avô”, de Catarina Sobral, à venda desde hoje. Para receber um destes álbuns, basta que Continue reading

Leave a comment

Filed under Ilustração, Literatura, Passatempos

“O meu avô”, de Catarina Sobral

capa o meu avo

 

O lançamento do terceiro livro de Catarina Sobral (nascida em 1985), intitulado “O meu avô” e editado pela Orfeu Negro, está agendado para este próximo domingo, 9 de fevereiro, pelas 15:30, num evento com entrada livre, na emblemática livraria Ler Devagar (Lx Factory, em Alcântara, Lisboa). Preparem-se os admiradores da autora para uma sessão de deslumbramento, refrescante de simplicidade, inteligência e arte. Já aqui dedicámos espaço ao comentário dos seus álbuns anteriores: “Greve” e “Achimpa”. Com “O meu avô”, Sobral parece abandonar as ousadias gráficas e Continue reading

Leave a comment

Filed under Ilustração, Literatura

“Ao encontro de Mr. Banks”, de John Lee Hancock

john lee hancock saving mr banks

 

Em causa estão as atribulações da produção de “Mary Poppins” (1964), opondo o conceito de espetáculo do próprio Disney ao purismo conceptual de que P. L. Travers, autora dos livros, não queria abdicar. De qualquer modo, para além (ou através) desse confronto de Continue reading

Leave a comment

Filed under Cinema, Literatura