Dia de dizer coisas ao pai

capa sapato de fogo e sandalia de vento

 

Hoje é dia de dizer coisas ao pai. Ou de as ler. Coisas belas, que fiquem para sempre. Aqui ficam duas ideias:

De Ursula Wölfel, a história de um pai e de um filho que partem numa viagem a pé, durante as férias – “Sapato de fogo e sandália de vento”, editado pela Civilização há exatamente meio século (com tradução de Maria Helena Saigo), que obteve em 1962 o prémio alemão para a melhor obra de literatura infantil.

 

capa diario inventado de um menino ja crescido

 

De José Fanha, os contos belíssimos da obra “Diário inventado de um menino já crescido”, da Gailivro (2004), ilustrada pelo seu filho João – “Eu consigo perceber o que é uma hora. Percebo dez minutos. Percebo dez segundos que é uma medida de tempo que uma pessoa começa a dizer e já passou. E percebo um dia ou uma semana. Mas para sempre é tão difícil perceber… Um dia, o meu pai foi-se embora para sempre. E eu esqueci-me de lhe dizer uma coisa. Nem sei bem que coisa era. Só sei que esta coisa que eu queria dizer ficou-me entalada na garganta. Para sempre.”

 

Paula Pina

Advertisements

Leave a comment

Filed under Ilustração, Literatura

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s