Orfeu Mini Livraria

orfeu mini livraria 1

 

É a editora de livros portuguesa que mais consenso reúne entre crianças que sabem o que querem e pais que sabem o que fazem – e vice-versa… E agora, durante dois breves mas felizes meses, é também a livraria que melhor celebrará essa vocação convergente de excelência. A Orfeu Negro – que através da sua coleção Orfeu Mini tem vindo a publicar desde há meia dúzia de anos obras viciantes de autores como Oliver Jeffers, Catarina Sobral, Benjamin Chaud, Javier Sáez Castán, Jon Klassen, Beatrice Alemagna ou William Wondriska – tem temporariamente as portas abertas no número 171-A da Rua Saraiva de Carvalho, em Campo de Ourique, Lisboa, num espaço que ocupa entre o passado dia 1 de novembro e 27 de dezembro próximo.

A grande festa de inauguração vai acontecer neste sábado e domingo, respetivamente dias 8 e 9 de novembro, e vai ter como principais atrações duas das suas mais fascinantes edições do corrente 2014: “Hoje sinto-me…”, de Madalena Moniz, será “trabalhado” amanhã, às 4 da tarde, numa oficina para crianças a partir dos 5 anos, à qual se seguirá, uma hora mais tarde, uma sessão de autógrafos da autora. No dia seguinte, será a vez de “O meu avô“, o galardoado terceiro livro de Catarina Sobral, ser objeto de leitura pelo ator Miguel Fragata (às 4 horas) e de assinaturas personalizadas pela autora (às 5), dois momentos que serão intervalados pelo concerto do trio de dois ukeleles e baixo que dá pelo nome de Cromossomas.

 

orfeu mini livraria 2

 

O programa de ações especiais da loja irá estender-se pelos fins de semana que restam até ao natal, com oficinas, histórias, lançamentos e autógrafos em redor de edições como os novíssimos “O escuro” (de Lemony Snicket e Jon Klassen), “Barriga de baleia” (de António Jorge Gonçalves), “A minha professora é um monstro!” (de Peter Brown) e “Art & Max” (de David Wiesner) ou “clássicos recentes” como “Bestial” (de André da Loba) e “Mar” (de Ricardo Henriques e André Letria), ambos da Pato Lógico, ou “Como apanhar uma estrela” (de Oliver Jeffers). Além dessas celebrações, está igualmente garantida uma festa de livros de exceção que acontecerá todos os dias entre as 10 da manhã e as 7.30 da tarde, com páginas não só da Orfeu Negro – incluindo o chamado “Cantinho do Adulto”, com o seu notável catálogo de obras no campo da arte contemporânea, que inclui pensadores como Jacques Rancière, Slavoj Zizek, Laurence Louppe ou RoseLee Goldberg, mas também de outras casas editoriais que tanto têm elevado o nível de exigência do livro infantil feito em Portugal, como a Bruaá, a Kalandraka, a Pato Lógico, a Planeta Tangerina, a Tcharan ou a Tinta da China. A livraria Orfeu Mini merece cada visita que lhe possamos dar – para uma leitura não rotineira das compras de natal…

Advertisements

Leave a comment

Filed under Ilustração, Literatura

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s