Category Archives: Ram Ram

H de Haddock

captain haddock 1

 

Personagem secundária de um incontornável universo imagético literário, visual e cultural do século XX: a internacionalíssima coleção de banda desenhada Tintin, a preferida do seu genial criador Hergé (Georges Remi, 1907 / 1983). Talvez inspirada em Edgar P. Jacobs (autor de Blake & Mortimer), em Bob de Moor ou num irmão militar de Hergé, nem os críticos e especialistas estão de acordo quanto às origens deste anti-herói que tantas vezes rouba protagonismo ao jovem repórter. Apesar de ter nascido na Continue reading

1 Comment

Filed under Ilustração, Literatura, Ram Ram

Celebrando o 25 de abril na literatura para crianças e jovens

antonio jorge goncalves salgueiro maia o homem do tanque da liberdade

 

“A revolução dos cravos”, entre contos e poemas, ilustrações e fotografias, continua a cativar escritores e ilustradores. As dimensões míticas que se agigantam em torno desse histórico acontecimento e a sua urgente centralidade parecem refletir-se com grande rapidez e Continue reading

Leave a comment

Filed under Ilustração, Literatura, Ram Ram

“O sol livro”

capa o sol livro

 

Custou 35 escudos. Foi autorizado nos termos do despacho ministerial de 4/6/75. A editora, Livros Horizonte, Lda., sita na Rua das Chagas, 17-1.º Dt.º, Lisboa-2, fez desta primeira edição uma tiragem de 25000 exemplares, em outubro de 1976. O arranjo gráfico e artístico coube a Manuel Correia. São 73 textos e 73 autores, 125 páginas. O que surge na capa, após o título, é “Leituras para a 2.ª fase / 2.º ano do Ensino Primário”. Houve quem lhe chamasse “livro de leitura” e “manual”. Bizarra recomendação esta, vinda de alguém que sempre abominou “manuais”, base de Continue reading

Leave a comment

Filed under Artes plásticas, Educação, Ilustração, Literatura, Ram Ram

Celebrando 96 anos do nascimento de Ella Fitzgerald

ella fitzgerald

 

O Cria Cria assinala o dia 25 de abril celebrando o aniversário do nascimento de Ella Fitzgerald (registado em 1917 na cidade de Newport News, Virginia), voz de liberdade inquestionavelmente ímpar na história da música moderna em geral e do jazz em particular. Duvidamos que haja no mundo uma só criança com a Continue reading

Leave a comment

Filed under Música, Ram Ram

Clarice Lispector: uma exposição e quatro livros

clarice lispector 1

 

Diz Clarice Lispector: “Quando criança, e depois adolescente, fui precoce em muitas coisas. Em sentir um ambiente, por exemplo, em apreender a atmosfera íntima de uma pessoa. Por outro lado, longe de precoce, estava em incrível atraso em relação a outras coisas importantes. Continuo, aliás, atrasada em Continue reading

Leave a comment

Filed under Literatura, Ram Ram

“O feiticeiro de Oz”, de Victor Fleming

victor fleming o feiticeiro de oz

 

Do lançamento do livro de L. Frank Baum, “The wonderful wizard of Oz”, até à estreia da adaptação cinematográfica de Victor Fleming, “O feiticeiro de Oz”, decorreram 39 anos. Entre uma data e outra (1900 e 1939), escreveram-se, afinal, os dois primeiros e decisivos capítulos da Continue reading

Leave a comment

Filed under Cinema, Literatura, Ram Ram

“À vontade”, de Baden Powell

capa baden powell a vontade

 

Baden Powell de Aquino (1937 / 2000) tocava a versão moderna da lira de Apolo mas era um discípulo de Dionísio. Levou, também, uma vida de errância aristotélica (talvez por influência de nome próprio e apelido) mas a evocação direta da antiguidade clássica fê-la quando, algo cripticamente, revelou ter Continue reading

Leave a comment

Filed under Música, Ram Ram

The Beatles no The Ed Sullivan Show, no aniversário da histórica primeira vez

the beatles no the ed sullivan show

 

Foi a 9 de fevereiro de 1964. Contra todas as expetativas e vencendo as resistências do próprio Sullivan, para quem não se justificava ter uma banda britânica, para mais uma ainda praticamente sem nome nos tops de vendas (algo que só tinha começado a acontecer poucos dias antes, quando Continue reading

Leave a comment

Filed under Música, Ram Ram, Televisão

Celebrando 147 anos do nascimento de Rudyard Kipling

rudyard kipling

 

“Se a História fosse ensinada em forma de histórias, nunca seria esquecida”. São palavras de Rudyard Kipling, prémio Nobel da Literatura em 1907, nascido a 30 de dezembro de 1865, em Bombaim, Índia. Apesar do sucesso obtido em vida, a obra de Kipling não está isenta de Continue reading

Leave a comment

Filed under Literatura, Ram Ram

O regresso do Caderno Azul no Dia Mundial do Livro

 

Pensamos que o passado acabou, que ficou lá atrás. Mas há muitas e maravilhosas razões que nos devem levar a considerar que o passado é indispensável para conseguirmos compreender o presente que vivemos e tudo aquilo que, desconhecidamente ou nem tanto, nos aguarda na multiplicidade dos “amanhãs” e dos “depois”. Vejamos: em primeiro lugar, contabilisticamente falando, continua a haver mais mortos do Continue reading

1 Comment

Filed under Literatura, Ram Ram

“‘Os lusíadas’ de Luís Vaz de Camões contados às crianças e lembrados ao povo”, de João de Barros e André Letria

 

Não sabemos o que teria João de Barros pensado do novo acordo ortográfico, ele que era defensor de uma ligação estreita entre Portugal e Brasil, ele que foi eleito membro da Academia Brasileira de Letras, ele que dirigiu a revista Atlântida, na qual colaboraram alguns dos mais eminentes escritores lusófonos do seu tempo. Já no final da vida, empreendeu a difícil e “delicadíssima tarefa”, quase “sacrílega”, mas “urgente”, “patriótica”, de Continue reading

Leave a comment

Filed under Ilustração, Literatura, Ram Ram

“Neighbours” e “Synchromy”, de Norman McLaren, na Cinemateca, Lisboa

 

Houvesse motivação e disponibilidade pedagógica para fomentar nas crianças, desde a mais tenra idade, um respeito absoluto pelos clássicos dos diversos campos criativos, e Norman McLaren (1914 / 1987) seria um nome tão recorrente como infelizmente são os de mediocridades como as tais Winx ou o tal Panda. A realidade, contudo, é Continue reading

Leave a comment

Filed under Cinema, Ram Ram, Televisão

“1, 2, 3, 4”, de Feist

 

Uma das raras vozes que garantem sentido e relevância à história recente da música pop, a da canadense Feist, passa hoje e amanhã pelos coliseus de Lisboa e do Porto para dois recitais que poderão acrescentar uma nova luz ao resplandecente Continue reading

Leave a comment

Filed under Música, Ram Ram

Celebrando Akira Yoshizawa no aniversário do seu nascimento e da sua morte

 

Akira Yoshizawa, criador japonês decisivo na história da arte do origami, a arte da “dobragem da folha” (“ori” significa “dobragem”, “gami” significa “folha”), celebraria hoje 101 anos se fosse vivo. Mas tristemente também hoje se celebram sete anos desde o seu Continue reading

Leave a comment

Filed under Brinquedos, Ram Ram

“Frankenweenie”, de Tim Burton, o trailer

 

Tim Burton acaba de fazer estrear o primeiro trailer de “Frankenweenie”, um remake em 3d da sua média metragem de 1984 com o mesmo nome, feito em stop motion e a preto e branco, que narra a história de um rapaz chamado Victor que, no momento da morte do seu cão, faz tudo o que está ao seu alcance para trazê-lo de volta à vida. Victor Frankenstein (numa referência de Burton à obra de Mary Shelley) descobre a ciência e usa-a para recuperar o seu grande amigo, mantendo-se-lhe fiel mesmo quando a sua aparência é, para os outros, repugnante. “Frankenweenie” é uma Continue reading

Leave a comment

Filed under Cinema, Ram Ram

“The swan”, de Clara Rockmore

 

Escrito em 1886 pelo compositor francês Camille Saint-Saëns, mas divulgado apenas postumamente, o luminoso “Le carnaval des animaux” é uma das alegrias mais completas que a história da música legou às crianças para este período de folia estéril e histérica que invariavelmente atravessa Portugal nesta altura do ano. “The swan” é o penúltimo dos 14 andamentos que compõem “Le carnaval des animaux” e o único que o seu autor permitiu que fosse interpretado enquanto estava vivo, por se tratar do Continue reading

Leave a comment

Filed under Música, Ram Ram

“Fernando Pessoa – Plural como o universo”, na Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa

 

“Sê plural como o universo” surge escrito no topo de uma folha branca de papel, máxima-título de texto por escrever ou tantas vezes escrito, cujas continuidades se adivinham e concretizam em toda a obra que hoje conhecemos de Fernando Pessoa. A folha original está exposta na última sala, e nela figura esta frase que, despojada do verbo imperativo, (des)apropriada portanto, serve de mote da exposição. As mesmas palavras surgem também, escrita negra em espelho deformante, marcando a entrada numa das salas. Outro topo de folha, desta vez pedaço rasgado, figura num dos painéis: “O universo é Continue reading

1 Comment

Filed under Artes plásticas, Literatura, Ram Ram

Celebrando 200 anos do nascimento de Charles Dickens

“Charles Dickens in his study”, de William Powell Frith (1859)

 

A mãe ensinou-o a ler. O pai, rapidamente descobrindo as prodigiosas capacidades do filho, instalava-o numa cadeira alta e incentivava-o a recitar baladas populares, a contar anedotas e histórias para uma divertida plateia de colegas de trabalho. Mas foi num quartinho no sótão do pai que Charles Dickens (7 de fevereiro de 1812 – 9 de junho de 1870) encontrou os seus Continue reading

Leave a comment

Filed under Literatura, Ram Ram

“Geometry of circles”, de Philip Glass

 

Crescer em contacto regular com as mais inteligentes e exigentes expressões artísticas (desde que adequadas a cada fase do desenvolvimento sensorial das crianças) é meio caminho para desenvolver os mais inteligentes e exigentes padrões de sensibilidade naqueles que à nossa volta se educam. E raras vezes esse nível de inteligência e exigência na arte criada especificamente para os mais pequenos foi tão elevado quanto nos momentos canónicos da Continue reading

Leave a comment

Filed under Ilustração, Música, Ram Ram, Televisão

“Sleeping beauty” da Walt Disney, no aniversário da sua estreia

 

Foi no dia 29 de janeiro de 1959 que estreou “Sleeping beauty”, realizado por Clyde Geronimi, resultado de um trabalho que durou quase uma década a ser concluído e que para os estúdios da Disney, apesar do fracasso de bilheteira, viria a encerrá-la com chave de ouro. Não obstante o enredo básico reinventado e a presença de uma princesa que pouco mais é que uma presença abonecada e Continue reading

Leave a comment

Filed under Cinema, Ram Ram